Barroco | A Origem do Nome

Origem do termo “barroco”

Emprego do termo “barroco” na história da arte

O Triunfo de Baco, Diego Velázquez

O Triunfo de Baco, Diego Velázquez

Veja também:
Características, pintores e obras do barroco

Entre 1580 e a metade do século XVIII, nenhum texto ou obra se afirma como “barroca”. O termo só foi usado no período de decadência do estilo, quando novos classicistas começaram a criticar os excessos e irregularidades do movimento. O termo possui origem obscura, podendo derivar do português antigo, do espanhol, do árabe ou do francês, e significaria “pérola imperfeita”.

O barroco, para o movimento neoclássico e outros estilos do século XVIII, era visto como uma degeneração dos princípios clássicos, uma arte de mau gosto, pesada, artificial e dada a excessos injustificáveis. Foi somente a partir do século XIX que suas obras voltaram a ser valorizadas. O barroco é classificado como um contraponto ao Renascimento Italiano.

É notória, porém, a dificuldade de apresentar a arte barroca como uma linguagem homogênea, um movimento unificado. O termo parece representar, mais do que uma tendência artística, um período histórico – e o emprego do conceito “barroco” para definir áreas alheias à arte, como política, psicologia e ética, corroboraria tal raciocínio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Close
Facebook login by WP-FB-AutoConnect